Aumentar o salário em 2022, clique aqui e veja como

Faça do seu desenvolvimento pessoal uma prioridade

Será que o QI (o famoso Quem Indica) funciona?

Considere mudar de área ou emprego

Defina metas com foco em crescimento anual

Terminar os estudos é fundamental para ganhar mais

 

À primeira vista, em um cenário de crise econômica e alto índice de desemprego, parece não haver a menor chance de aumentar o salário em 2022. Assim como para a maioria dos brasileiros, você, possivelmente, viu sua renda cair pelo menos 9,7% no último ano. Enquanto isso, as contas não param de chegar e, principalmente, subir o valor. Porém, não se deixe enganar pelas más notícias. Portanto, nada mais natural do que querer melhorar o seu salário. Afinal de contas, a remuneração financeira é o reconhecimento pelo seu bom desempenho no trabalho.

Nesse post, vamos mostrar 5 dicas simples para ajudar você a aumentar o seu salário. Continue a leitura.

Faça do seu desenvolvimento pessoal uma prioridade

Talvez isso pareça um conselho comum, mas muita gente não o segue. Sob o mesmo ponto de vista, você pode estar deixando de alcançar melhores oportunidades de crescimento justamente por não seguir esta simples sugestão. Atualmente, você tem vários recursos disponíveis para se desenvolver técnica e intelectualmente a fim de garantir maior produtividade. Faça cursos online voltados para sua área ou para outro setor que você sabe que o salário é maior do que o que você recebe no fim do mês.

À medida que você se torna cada vez melhor naquilo que faz, o seu empregador começará a enxergar o diferencial que seu trabalho agrega ao negócio dele, aumentando a sua importância para a empresa. Em outras palavras, ao passo que você segue aprendendo e desenvolvendo novas habilidades, mais necessária para a empresa será a sua permanência.

Será que o QI (o famoso Quem Indica) funciona?

Tanto quanto o conhecimento é importante, receber uma indicação para concorrer a uma vaga de trabalho sem dúvida alguma é um fator que aumenta as chances de você conquistar o emprego. Isso não significa que se você for indicado será contratado. De qualquer forma você precisará passar por todas as fases de seleção como análise do seu currículo – por isso a importância de se desenvolver cada vez mais – e, também, dos testes de conhecimento, as dinâmicas de grupo e a entrevista com o gestor.

No mundo corporativo, o famoso “quem indica” tem um nome diferente: chama-se networking. Em outras palavras, networking é a boa relação pessoal que você desenvolve com outros profissionais da sua área de atuação. À medida que você realiza trocas positivas com outros colegas a sua rede de relacionamentos se fortalece e você acaba sendo lembrado para uma oportunidade de vaga divulgada pelo setor de Recursos Humanos da empresa de algum conhecido.

Considere mudar de área ou emprego

Segundo o estudo “Contratação, Demissão e Carreira dos Executivos Brasileiros”, produzido pela Catho Online, o tempo mínimo de permanência dos profissionais em uma empresa considerado positivo caiu para dois anos e três meses. Ou seja, se após pouco mais de 2 anos você não conseguiu um aumento de salário, a tendência natural é que não haja um futuro muito promissor nesta empresa. Se todo o seu trabalho e dedicação provavelmente não estão sendo recompensados, é melhor você procurar outro emprego que permita a sua capacidade de ganho.

Defina metas com foco em crescimento anual

Crescimento pessoal e, sobretudo, financeiro estão totalmente ligados às metas que você estabelece. Parece clichê, mas realmente, neste caso, o que vale é a jornada e não apenas o destino. Isso significa que o benefício mais importante de definir metas não é nem alcançar seu objetivo, mas sim o que você faz e a pessoa em que você se torna para atingir aquilo que pretende. Ter uma meta ajudará você a visualizar mentalmente o seu sonho. Além disso, irá motivar você a  aprimorar as ações que precisa fazer para alcançar tudo o que deseja na vida. Igualmente importante para o futuro, ter uma meta de estudos ajuda você a ter uma visão de longo prazo que o torne mais resistente para superar os obstáculos que surgirem no caminho.

Terminar os estudos é fundamental para ganhar mais

Antes de mais nada, você sabe a quais fases da vida estudantil se refere a educação básica no Brasil? A educação básica compreende a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio, e tem duração ideal de dezoito anos. Naturalmente, muitas pessoas não finalizam esse ciclo mínimo do conhecimento por razões como a necessidade de trabalhar para colaborar com as contas em casa, por exemplo. Porém, terminar os estudos é o mínimo para alçar vôos maiores na vida profissional. Somente depois deste período é que você poderá se inscrever em um curso superior de graduação para uma profissão que, além de agregar conhecimento, pode dobrar o seu salário.

Ou seja, as oportunidades ao adquirir conhecimentos específicos de uma área darão a você novas chances no mercado de trabalho e de ainda ganhar mais dinheiro. Além disso, após terminar os estudos você pode fazer um curso técnico ou prestar concurso público e ter uma carreira com estabilidade. Agora que você já sabe da importância de terminar os estudos e tomou conhecimento de outras formas de impulsionar sua carreira e seu salário, conheça o EJA Brasil EAD. Nossa plataforma de ensino totalmente online permite que você estude pelo computador ou celular com acesso à internet. Assista às videoaulas e tire suas dúvidas com o tutor online.

Através do EJA Brasil EAD você termina os estudos na metade do tempo e sem precisar, em nenhum momento, frequentar a sala de aula de forma presencial. Desse modo você escolhe o dia, horário e local mais confortável para estudar.

Entre em contato com a nossa equipe para começar a estudar imediatamente.

Open chat
Atendimento EJA Brasil EAD